Existem dois tipos de lixa para skate a segunda você não vai acreditar…

lixa para skate

Ela é um dos acessórios indispensáveis, junto ao shape, trucks, rodas, rolamentos e parafusos. Apesar da extrema importância, muitas pessoas ficam em dúvida na hora de escolher a lixa ideal.

Existem opções nacionais, importadas, emborrachadas ou microperfuradas. Os modelos são muitos e, por isso, desenvolvemos este post para te dar uma mãozinha! Leia e descubra como comprar a lixa de skate ideal!

Conheça um pouco da história

O skate surgiu na Califórnia, no início da década de 60, quando alguns amigos surfistas tiveram a ideia de criá-lo para aproveitar os dias sem ondas. A lixa é um dos componentes principais do skate, sendo a parte onde o skatista posiciona os pés para embalar ou realizar as manobras, sem escorregar.

Os primeiros modelos de skate eram bem menos desenvolvidos, formados apenas por uma tábua e mais quatro rodinhas. As outras peças foram surgindo com o tempo. A lixa, por exemplo, foi adicionada apenas no ano de 1966. De acordo com relatos os primeiros skatistas a testarem o modelo faziam parte da equipe da marca Hobie, que foi uma das pioneiras nos Estados Unidos.

Veja o cronograma de evolução da lixa de skate:

  • Anos 60: surgimento da primeira lixa;
  • Anos 70: ela passa a ser autocolante;
  • Anos 80: a lixa ganha desenhos e cores, apesar de alguns skatistas; preferirem o modelo sem personalização;
  • Anos 2000: é criada a primeira lixa com amortecimento.

Descubra para que serve a lixa de skate

A lixa tem a função de aumentar o atrito entre o calçado e o shape. Ela é colada em cima do shape do skate e, devido ao seu material áspero, permite que o skatista realize manobras sem deslizar com o tênis, trazendo uma maior estabilidade.

A maioria das manobras de skate não poderia ser realizada sem uma lixa colada ao shape. A aderência que ela proporciona, é indispensável para manobrar com segurança.

Saiba como comprar a lixa ideal

A maior dúvida dos skatistas na hora de adquirir uma lixa é em relação à procedência. Muitos ficam em dúvida se deve investir em uma brasileira ou importada.

Não importa de onde ela vem, importa como ela é feita. Atualmente, a maioria das nacionais é feitas de papel, tendo uma tendência maior de rasgar ou se deteriorar, caso sejam molhadas.

As micro perfuradas, como o próprio nome diz, possuem micro furos, que permitem que o ar saia e não se formem bolhas, evitando o descolamento precoce da lixa.

Já a maioria das gringas utiliza material emborrachado em suas confecções e, por isso, raramente rasgam, mesmo quando molhadas, portanto, o custo benefício das não emborrachadas é relativamente pior.

A verdade é que o melhor produto a ser adquirido é aquele que apresente qualidade, seja ele nacional ou importado. Essa característica é fundamental para que se tenha melhor desempenho e durabilidade de seu skate, pois a lixa também serve para proteger o shape contra água e sol. Muitas vezes esses produtos custam mais caro do que os outros, mas essa diferença de valor é sentida diretamente na duração do mesmo. Quanto mais caro se paga, maior é a durabilidade.

Além disso, alguns modelos podem ter diversos diferenciais, como por exemplo, as lixas Monster, que possuem uma especificação para cada tipo de posicionamento de pés, sendo goofy (pé direito à frente) ou regular (pé esquerdo à frente). Ou as de longboard, que são maiores, devido ao tamanho dos shapes dessa modalidade.

Se inscreva no nosso canal do youtube:



Deixe uma resposta